Com apoio ao agronegócio e a sustentabilidade, Governo de MS favorece desenvolvimento econômico

Últimas Notícias

O Governo do Estado fomenta e apoia inúmeras iniciativas relacionadas ao agronegócio e a sustentabilidade em Mato Grosso do Sul. Com ações voltadas ao crescimento econômico, o Estado atua em diversas frentes, visando a geração de emprego e renda da população ao mesmo tempo que estabelece e cumpre metas para a preservação ambiental.

O governador Eduardo Riedel ministrou a palestra com o tema “A gestão Pública do Mato Grosso do Sul, o Agronegócio e sua função para o Desenvolvimento Econômico”, ontem (5), em Dourados.

“Estamos olhando para frente e estamos enxergando o Mato Grosso do Sul que temos a responsabilidade de conduzir nos próximos anos. Gestão pública, agronegócio, sustentabilidade e desenvolvimento econômico são temas correlatos e atuais em relação ao que estamos vivendo no Estado. Temos um plano de governo diferente, com planejamento estratégico, com quatro grandes diretrizes, eixos, que são ‘Próspero, Inclusivo, Verde e Digital’, e planos de ação com correlação”, afirmou o governador Eduardo Riedel.

Um dos principais focos da atual gestão está relaciona a política promovida em Mato Grosso do Sul, para alcançar a meta de tornar o Estado “carbono neutro” até 2030. Riedel falou – entre outras coisas – sobre os planos que podem levar o Mato Grosso do Sul a ser o primeiro estado do Brasil ao status de “emissão zero” nos próximos sete anos.

“Hoje, não cabe mais discutir desenvolvimento que não seja sustentável. Sustentabilidade hoje é economia, com preservação da biodiversidade, balanço de carbono e água que são os três grandes eixos de sustentabilidade. E serão cada vez mais importantes se tiverem valor. E o Mato Grosso do Sul está muito bem posicionamento no que diz respeito a isso”, explicou Riedel.

O crescimento econômico, com a crescente geração de emprego e melhoria da renda em todo o Estado, também foram pontos de destaque, junto com as ações de tecnologia.

“O estado que é próspero que cria para as pessoas alternativas de bem-estar e desenvolvimento, que tem que ser inclusivas para os menos favorecidos nas oportunidades. Por isso a diretriz de qualificação profissional, educação é tão forte. E a estrutura pública digital, internamente e para o serviço oferecido às pessoas”, pontuou o governador.

A palestra ocorreu durante o “3º Simpósio de Agronegócio e Sustentabilidade: Presente e futuro dos novos modelos de produção sustentável (III SAS) e o 6º Simpósio de Administração e Economia (VI SIMAE)”, realizados pela UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) para os acadêmicos dos cursos de Administração e Ciências Econômicas e de pós-graduação em Agronegócios.

O III SAS visa fortalecer e disseminar informações e conhecimentos na busca de soluções sustentáveis para o crescimento econômico com a preservação ambiental no agronegócio do Brasil, e em Mato Grosso do Sul.

O Simpósio oferece interação e diálogo entre as lideranças de diferentes segmentos do agronegócio regional e nacional, unindo a expertise de cientistas, atores do setor público e agentes do mercado, para identificar ações estratégicas para que o agronegócio impulsione o desenvolvimento econômico, alimentar e sustentável.

Desenvolvimento

Na segunda-feira (2), Riedel assinou convênios com instituições do “Sistema S”, que vão permitir a realização de 851 cursos de qualificação gratuitos em todo Estado. A estimativa é de beneficiar 13,4 mil trabalhadores por meio do programa “MS Qualifica”, com geração de empregos e aumento de renda da população.

“O que tem acontecido em Mato Grosso do Sul em relação a industrialização, desenvolvimento agropecuário, economia, mostra o que estamos buscando em termos de estratégia para que o desenvolvimento seja inclusivo, dando oportunidades para as pessoas, que é nosso objetivo final. A estratégia do Governo é esta, criar este ambiente, para proporcionar competitividade. O resultado são investimentos”, finalizou Riedel.

Fonte: Comunicação Governo de MS

Notícias Relacionadas

Investimento na agricultura familiar sobe 130% em edital de extensão da Fundect

A Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia) de Mato Grosso do Sul divulgou o...