Prefeitura e Estado estudam implantação de projeto Lote Urbanizado em Nioaque

Últimas Notícias

A construção de casas populares vai beneficiar família atingidas pela enchente do Rio Nioaque

Em busca de solução para as famílias frequentemente atingidas pelas cheias do Rio Nioaque, a prefeitura da cidade e o Governo do Estado estudam a implantação do projeto Lote Urbanizado, que vai construir casa para abrigar os ribeirinhos. A reunião para viabilização da parceria aconteceu nesta sexta-feira (22), em Campo Grande.

O encontrou contou com a participação do prefeito de Nioaque, Valdir Júnior (PSDB), da secretária de assistência social, Larissa Martelosso e da diretora-presidente da Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul), Maria do Carmo Avesani Lopez.

O projeto Lote Urbanizado garante que o Estado construa a base das casas e a primeira fiada de tijolos. A conclusão da obra é feita pelo município em parceria com o cidadão. Os detalhes do projeto, custos e documentos necessários, ainda serão definidos.

Nioaque está em alerta por conta das chuvas intensas desde o dia 15 deste mês, mas no início desta semana a situação se agravou. Os rios que cortam o município transbordaram e alagaram áreas rurais e urbanas. Na terça-feira (19) o prefeito Valdir Júnior (PSDB) decretou estado de emergência em virtude aos estragos causados pela enchente.

Segundo informações da Defesa Civil do município, do dia 1º de janeiro até o dia 19 foi registrado acúmulo de 523 milímetros de chuva na região. Pelo menos 44 famílias ficaram desabrigadas por causa da enchente.

Notícias Relacionadas

Adolescente de 12 anos e idosos acima de 60 são chamados para vacinação contra covid

Adolescentes acima de 12 anos e idosos com 60 anos ou mais são convocados para a vacinação contra a...