Presos serram grades de cela, pulam muralha e fogem da Máxima

Últimas Notícias

Internos do Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, a Máxima de Campo Grande, fugiram na madrugada desta terça-feira (26) após serrarem grades da cela e pularem a muralha do presídio na Capital. Quatro suspeitos, que juntos possuem passagens que vão de homicídio a porte ilegal de arma, são procurados pela polícia.

Conforme informações da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), as circunstâncias da fuga estão sendo apuradas. O que se sabe, até o momento, é que os quatro conseguiram escapar serrando as grades da cela e pulando o muro da unidade, por volta das 3 horas.

Toda a movimentação foi flagrada pelo sistema de monitoramento por câmeras do presídio e por isso o alarme foi imediatamente acionado, mas ainda assim os internos conseguiram escapar. Os quatro homens ocupavam a cela 31, do pavilhão 1 e foram identificados como Jonathan Gomes da Silva, André Cerdeira, Djordan William Ribas da Cruz e Paulo Ricardo Silva da Rosa.

Conforme apurado pela reportagem, Jonathan acumula diversas passagens por tráfico de drogas em cidades diferente do Estado, desde 2016. Já André é dono de uma extensa ficha criminal, possui processos no Paraná por integrar uma quadrinha especializada em roubos no ano de 2016, todos na região norte do estado e por assassinar um homem em 2007. Em Mato Grosso do Sul foi acusado de roubos, tráfico de drogas e porte ilegal de arma.

Djordan William é assassino confesso dos ex-policiais Valdomiro Ribeiro de Souza, 51 anos, e Elio Almeida Sousa, 53 anos. O crime aconteceu 2016, em Mundo Novo, mas ele só foi preso meses depois, junto com o comparsa, em uma cidade do Paraná. Paulo Ricardo cumpre pena por tráfico de drogas.

Depois da fuga, a Perícia Técnica da Polícia Civil foi acionada e realizou procedimentos de verificação no presídio. Ainda conforme a Agepen, uma vistoria geral no pavilhão 1 foi realizada pelos servidores nesta manhã.

Notícias Relacionadas

Lei seca e toque de recolher a partir das 20 horas são algumas das medidas válidas em Bonito a partir de hoje

serviços de delivery relacionados a quaisquer atividades, serviços e empreendimentos mesmo não classificados como essenciais estão autorizados A partir desta...