Preso em flagrante, homem diz ser de facção e ameaça companheira dentro da delegacia

Últimas Notícias

Mesmo dentro da delegacia um homem de 33 anos, investigado por violência doméstica, ameaçou atear fogo em casa e matar a companheira de 21 anos em Bonito, na tarde desta sexta-feira (23). Dentro da cela e na frente dos policiais, ele se apresentou como integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital) para amedrontar a mulher.

A própria vítima chamou a polícia. Para os militares a mulher contou que no dia anterior o suspeito pediu a separação, mas avisou que se visse outro homem dormindo em sua cama, colocaria fogo “em tudo”. Nesta sexta-feira, ele passou por diversas vezes em frente a casa em que ela mora

Em determinado momento, parou a moto e entrou na residência, saiu pouco depois e não encontrou a chave na ignição. Nervoso, ele empurrou a vítima e por isso ela decidiu chamar a polícia. Os dois foram levados para a delegacia.

Na unidade policial a vítima contou ter convivido com o autor por dois anos e nove meses, mas há três dias tentava terminar o relacionamento. O companheiro, no entanto, chegava todos os dias bêbado e não aceitava a separação. Na quinta-feira, fez a primeira ameaça: se eu souber que alguém dormiu na minha cama foi atear fogo em todo mundo.

Na tarde de ontem, voltou a fazer as mesmas ameaças após chegar novamente bêbado. Com medo, a vítima pediu medida protetiva a polícia. Enquanto o suspeito era levado para a cela, ele continuou a gritar com a companheira, afirmou ser do PCC e fez ameaças de morte na frente dos policiais. “Se alguém dormir no meu colchão eu vou atear fogo e matar. Eu sou 15, sou 15, sou PCC”. O caso é investigado como ameaça.

 

Notícias Relacionadas

17ª edição do Festival da Guavira começa hoje na Praça da Liberdade

A 17ª edição do Festival da Guavira de Bonito (MS) começa nesta sexta-feira (26) na Praça da Liberdade. O...