Governo lança ‘Dia D’ para imunizar estudantes que ainda não se vacinaram contra a Covid-19 em MS

Últimas Notícias

O Governo do Estado, por meio das Secretarias de Estado de Saúde e Educação, realiza no próximo dia 7 de dezembro, a ‘Campanha Estudante Inteligente Confia na Ciência – Vacine-se!’, que visa fazer a busca ativa de alunos a partir de 12 anos e mais, das redes públicas e privadas de ensino, dos 79 municípios do Estado. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (29) durante live com a secretária estadual de Educação Maria Cecília Amêndola da Motta, e o assessor militar da SES, coronel Marcelo Fraiha.

Estima-se que cerca de 53.995 (21,91%) alunos ainda não tomaram a primeira dose de vacina da Covid-19 e 120.603 (48,94%) alunos não voltaram para tomar a segunda dose de vacina. A população vacinável de adolescente é de 246.441.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a iniciativa representa uma estratégia de parceria entre as secretarias de Saúde e Educação, na promoção da busca ativa destes alunos. “Nós sabemos que as aulas já estão caminhando para o encerramento do ano letivo, por isso, adotamos esta iniciativa para fazer essa busca ativa tanto nas redes públicas quanto nas redes privadas de ensino. Com a aproximação das festas de final ano, sabemos que muitos pais pretendem viajar para outros municípios, dentro ou fora do Estado, e assim queremos garantir que estes adolescentes estejam protegidos e imunizados contra a Covid-19”.

A secretária Maria Cecília da Motta lembra que desde o início da pandemia, a Rede Estadual de Ensino, assim como as demais, não parou com as aulas em nenhum momento. “Hoje nosso maior desafio é vacinar os estudantes com 12 anos de idade ou mais. A vacinação dos adolescentes é um alvo muito fácil para a desinformação, porque decidir pelos filhos é ainda mais difícil do que decidir por si. Isso pode fazer com que as pessoas fiquem mais hesitantes e, portanto, mais vulneráveis às fake news. Sites maliciosos e influenciadores divulgam notícias falsas sobre as vacinas, exagerando ou mesmo inventando mortes e reações adversas graves”.

E continua: “Assim, sugerimos às nossas escolas o desenvolvimento de ações atraentes, lúdicas por meio de intervenções pedagógicas nos mais variados momentos de aprendizagem, dentre eles em especial no acolhimento dos estudantes, nos projetos extracurriculares e nos componentes curriculares que possam atuar a favor da vacinação”, pontua a secretária.

Coordenando a campanha, o assessor militar na SES, coronel Marcello Fraiha, lembra que a vacinação ocorre de forma preventiva. “A vacinação é importante porque é uma maneira de estar prevenido, principalmente, quanto esta nova variante que surgiu no Continente Africano. Lembrando que o imunizante destinado aos adolescentes é o da Pfzer”.

Para a realização desta campanha, cada um dos municípios poderá indicar uma ou mais escolas que funcionará como polo base para a imunização dos adolescentes contra a Covid-19, além de disponibilizar equipes para a vacinação. Em Campo Grande, por exemplo, a Escola Estadual Joaquim Murtinho será o ponto focal para a imunização dos adolescentes das redes privadas e públicas de ensino.

Os alunos que ainda não se vacinaram precisam apresentar os seguintes documentos: CPF ou Cartão Nacional de Saúde (CNS), desde que acompanhado pelos pais ou responsável legal. No caso em que o adolescente comparecer desacompanhado, será exigido, além de um dos documentos mencionados, a apresentação do Termo de Autorização assinado pelos pais ou responsável legal. O Termo de Autorização poderá ser retirado junto à Secretaria de Estado de Educação.

Dia D

Para a realização do Dia D, cabe à Secretaria de Estado de Saúde disponibilizar às secretarias Municipais de Saúde, por meio da Coordenadoria Estadual de Vigilância Epidemiológica, imunizantes Pfizer, mediante demanda dos municípios. Realizar o balanço final do evento do quantitativo de doses aplicadas em adolescentes, no período de 29 de novembro a 06 de dezembro, bem como do dia “D” da vacinação em estudantes (07 de dezembro).

Quanto a Secretaria de Estado de Educação, cabe desenvolver atividades pedagógicas que visem promover a temática no espaço escolar, de conscientização da importância da vacinação contra a Covid-19, no período de 29 de novembro a 06 de dezembro, em todos os períodos de aula, na rede de ensino privada, municipal e estadual.  Além de orientar os estudantes sobre as exigências necessárias para ser vacinado.

Fonte: SES

Notícias Relacionadas

Convenções partidárias podem ser realizadas a partir de hoje

A partir de hoje (20), as convenções partidárias para escolha dos candidatos às eleições de outubro estão autorizadas pela Justiça Eleitoral. Os eventos...