Corpo de Bombeiros encontra homem que se afogou ao tentar atravessar rio a nado

Por Redação

Últimas Notícias

Jardim registra novo óbito por Covid-19

O Município de Jardim registrou mais um óbito por Covid-19. Conforme o boletim da Secretaria de Estado de Saúde,...

Dez moradores da região do Sudoeste do Estado acertam a quinta na Nota MS Premiada

O sorteio da Nota MS Premiada deste sábado (27) irá premiar 345 pessoas em Mato Grosso do Sul. Entre...

MS é o 2º no ranking nacional de vacinação

Em contraponto, o Estado já atingiu 3330 mortes O Estado do Mato Grosso do Sul registrou, nesta segunda-feira (1), a...

Prouni abre inscrições para lista de espera nesta segunda-feira

Diferentemente da segunda chamada, a espera não é automática Interessados em entrar na lista de espera de bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos...

Prefeitura de Guia Lopes altera horário de atendimento ao público

A Prefeitura de Guia Lopes da Laguna divulgou, por meios das redes sociais, o novo horário de atendimento ao...

Militares do Corpo de Bombeiros encontraram na tarde de ontem o corpo de Anderson Frey, desaparecido desde quarta-feira (16) quando tentou atravessar um rio a nado em Bodoquena. O homem tinha 37 anos e trabalhava em uma fazenda da região.

Conforme a polícia, após dois dias desaparecido, Anderson foi encontrado por volta das 18 horas desta sexta-feira, durante as buscas aquáticas. A perícia foi chamada, mas informações preliminares confirmaram a morte por afogamento. Agora o caso é investigado pela Polícia Civil como morte a esclarecer.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima foi contratada para trabalhar em uma fazenda de Bodoquena e começou o serviço na segunda-feira, dia 15. Dois dias depois, ele avisou aos colegas que precisava falar com a família.

Como estavam em um ponto da propriedade em que não havia sinal telefônico, a vítima insistiu para ir até a sede da fazenda ligar para os parentes. Para isso, no entanto, precisava atravessar o rio. Mais de uma vez, os colegas alertaram sobre os riscos, já que a chuva do fim de semana fez o volume das águas subir muito.

Visivelmente inquieto, Anderson insistiu em atravessar o rio a nado e dois dos colegas, com mais experiência, combinaram que fariam isso por ele. Os dois começaram a atravessar as águas, mas pouco depois ouviram um barulho e perceberam que o amigo também havia pulado no rio.

Logo Anderson começou a ser levado pelas águas. Ele chegou a pedir socorro e os colegas tentaram nadar até ele, mas não conseguiram alcançá-lo em virtude à velocidade da correnteza. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar participaram das buscas pela vítima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias Relacionadas

Plano de retorno as aulas em Bodoquena prevê de 10 a 13 alunos por sala

O município de Bodoquena se prepara para o início do ano letivo de 2021 com plano de retorno para...