Plano de retorno as aulas em Bodoquena prevê de 10 a 13 alunos por sala

Últimas Notícias

O município de Bodoquena se prepara para o início do ano letivo de 2021 com plano de retorno para prevenção à covid-19 que prevê, entre outras medidas de segurança, número restrito de 10 a 13 alunos, conforme comportarem as salas. A previsão era para que as aulas na modalidade hibrida (com aulas presenciais e atividades remotas), tivessem início nesta segunda-feira (1), porém o município vai seguir a decisão tomada em consenso com os demais prefeitos de MS em reunião na Assomasul, na semana passada e vai prorrogar as aulas presenciais para abril.

O ano letivo para os professores começa em 1º de março, eles estarão nas unidades escolares municipais realizando treinamento e disponíveis para atender os pais.  Já as atividades começam a ser entregues no dia 8 de março.

Na modalidade hibrida, os alunos terão aulas presenciais durante uma semana e na semana seguinte, realizam atividades de forma remota, após a semana de atividades remotas, eles retornam para tirar dúvidas, e assim sucessivamente.

A Secretária de Educação, Valdisa Olanda reforça que o retorno para as aulas presenciais não será obrigatório. “Porém os pais e responsáveis que optarem por não mandar os filhos à escola terão responsabilidade com a realização e entrega de atividades para que esse aluno não tenha prejuízos. Tudo tem sido planejando para que os estudantes sejam atendidos da forma que considerarem mais segura, sem comprometer o aprendizado”

Para o caso dos estudantes que optarem pela modalidade remota, é necessário que sejam realizadas atividades atingindo 800 horas.

Notícias Relacionadas

Produtores do Assentamento Serro Alegre, de Bodoquena, são orientados para prevenção de queimadas

Produtores rurais do Assentamento Serro Alegre receberam orientações para a prevenção e segurança contra queimadas. O trabalho de educação...