Bonito faz história como primeiro destino de ecoturismo do mundo com certificação em Carbono Neutro

Últimas Notícias

“Mais do que uma certificação, um compromisso com o mundo”. Essa foi a frase de efeito durante a cerimônia de certificação de Bonito, Mato Grosso do Sul, como primeiro destino de ecoturismo do mundo em Carbono Neutro, concedida pela Nações Unidas para o Clima, na noite desta quinta-feira (15). A Capital do Ecoturismo de MS agora ganha destaque mundial pelo compromisso de diminuir a emissão de carbono na atmosfera, por meio de diretrizes e mandamentos elaborados pela ONU e que estão sendo aplicados com apoio da Green Initiatives.

Bonito entra para a história como primeiro destino de ecoturismo do mundo com certificação em Carbono Neutro

“Estamos hoje celebrando a internalização desse processo, esse expertise que vocês tem hoje, porque vocês não só tem um certificado, vocês tem massa crítica, vocês tem pessoas que já sabem como fazer, que vivenciaram um processo sofisticado, que exigia convecção. Como o Bruno mencionou, não poderia ter sido melhor, mas também poderia ter sido um fracasso, porque o tempo que tínhamos para fazer isso não era o ideal, mas só deu certo porque vocês estavam prontos, porque já praticam a sustentabilidade aqui há décadas e estão no caminho sim, para conseguir atingir a meta de 45% menos emissão de carbono até 2023”, detalha Frederico Viglatil, diretor da Green Initiatives, uma das 30 empresas certificadoras reconhecidas pela ONU e contratada pela Fundação de Turismo de MS para levantar um diagnostico de toda a emissão de gás carbônico do município de Bonito.

O município tem trabalhado para alcançar esse objetivo há alguns anos e em 2 de dezembro de 2021, o pouso do primeiro voo da linha Congonhas (SP) – Bonito (MS), realizado pela Gol Linhas Áreas, foi o marco deste processo, como a sendo a primeira rota em Mato Grosso do Sul e a segunda no país com a certificação de neutralização de emissão de carbono.

A partir de janeiro de 2022 as ações foram intensificadas, com o recebimento das diretrizes e mandamentos e em quatro meses foi calculado o volume de emissões de gases no município, que já são revertidas em créditos de carbono, inicialmente em uma área de floresta na Amazônia Legal.

“É um trabalho que a gente começou lá atrás, desde o voo com esse pensamento. A gente participa dos eventos internacionais e é o que o mundo fala, é o que as pessoas hoje estão pensando, estão com essa preocupação, de trabalhar de maneira mais sustentável e aqui em Bonito a gente tem esse desafio, de cada vez mais ir nesse sentido, construindo parcerias, sempre pensando no que é melhor para nossa cidade. Então hoje isso é um resultado que a gente entrega, em parceria com a Fundtur”, destaca Juliane Salvadori, secretária de Turismo, Indústria e Comércio de Bonito.

“O que nós estamos fazendo aqui hoje é um marco que pode ser até comparado com a criação do voucher único, porque novamente seremos os pioneiros, como o primeiro destino que será carbono neutro no mundo e não tem outra coisa que se fale nas conferências sobre o tema, a não ser isso”, disse o presidente do Comtur (Conselho Municipal de Turismo) e gerente do Sesc Bonito, Gabriel Calderon.

Bonito entra para a história como primeiro destino de ecoturismo do mundo com certificação em Carbono Neutro

Bruno Wendling, diretor presidente da Fundtur, responsável pela captação da empresa e do projeto para que Bonito pudesse trabalhar no levantando das informações necessárias para a certificação, destacou a importância de todo o processo. “Só estamos aqui porque na verdade esse é trabalho feito pelo destino há muitos anos. Bonito é um destino responsável, ele nasce responsável, então nada melhor do que a gente fazer um trabalho desse, de entregar uma certificação, que não é um prêmio, é um compromisso global que Bonito hoje assina com o mundo, de ser tornar um destino ainda mais responsável, mas eu não faria isso se não soubesse da responsabilidade que o destino tem, que é mérito de um trabalho que vem sendo realizado há décadas, do controle de responsabilidade de carga, da responsabilidade que vocês empresários tem na hora de investir em seus empreendimentos, de cuidar da questão ambiental, dos guias, é único destino do Brasil que tem guias operando em todas as atividades turísticas, então comemorem, mas saibam que a gente tem um compromisso ainda maior, muito para realizar nos próximos anos”.

A secretária de Meio Ambiente, Ana Trevelin falou sobre a importância da comunidade fazer parte da certificação. “A gente espera que a cidade se aproprie disso, que fale sobre o assunto, que entenda também, que queria saber como o seu meio de hospedagem pode participar disso, melhorar seu relacionamento com a sustentabilidade. Como é que o seu atrativo consegue fazer, enfim, como que a gente consegue ser melhor na gestão de resíduos sólidos, de saneamento, de envolvimento com comunidade; são desafios gigantescos, uma pauta mundial e a gente está falando da longevidade do nosso destino. A gente quer que daqui 30 anos alguém venha e fale do nosso trabalho, como a gente fala do voucher único hoje”, disse.

Por fim, o prefeito Josmail Rodrigues agradeceu todos os parceiros e parabenizou o trade, destacando que a certificação não aconteceria se não fosse o trabalho de cada um. “Agradeço a todos que foram parceiros nesse processo, Governo do Estado, Fundtur, Fecormércio, Sesc, Semagro, e dizer que Bonito está de parabéns e daqui para frente encarar o trabalho. Bonito é uma cidade pequena, mas os desafios são grandes, tanto no lixo, quando nos rios. Parabenizo a todo o trade, todos que trabalharam e levaram nossa cidade onde estamos hoje”.

Fonte: PMB

Notícias Relacionadas

Bonito está com inscrições abertas para Corrida do Trabalhador

No dia 1º de maio a Prefeitura de Bonito realiza a Corrida do Trabalhador 2024 em duas modalidades, 5k...