Com rio baixando, famílias voltam para casa e danos começam a ser reparados

Últimas Notícias

Com a baixa do nível do Rio Miranda, começam os trabalhos de recuperação dos danos causados, principalmente a famílias desabrigadas. Hoje, 10, ainda há três famílias desabrigadas no abrigo provisório mantido pela prefeitura de Miranda no Parque de Exposições.

Amanhã, há a previsão de que mais uma família retorne à sua residência, restando apenas duas desabrigadas. Estas duas famílias que ainda não poderão voltar às suas casas residem no Bairro Morada do Pantanal, um dos mais atingidos pela cheia.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Miranda, Adilson Saraiva, o rio baixou mais de 1,60 metro. Na noite de terça para quarta, o rio baixou cerca de 10 centímetros. No auge da cheia, o Rio Miranda chegou a estar mais de sete metros acima de seu nível normal.

Com a baixa do rio, a Defesa Civil local iniciou ações junto às famílias atingidas, como o aterramento de quintais alagados.

Notícias Relacionadas

Bandeira cinza: entenda o que “pode” e o que “não pode” em Miranda

Na véspera do início da vigência do decreto estadual nº 15693 que traz medidas restritivas para conter o avanço...