Itaú Social apoiará Ipedi, de Miranda, por cinco anos

Últimas Notícias

O instituto de Pesquisa da Diversidade Intercultural (Ipedi) é uma das 15 instituições de todo o Brasil selecionadas para integrar o Missão Em Foco, iniciativa da Fundação Itaú Social que visa promover o desenvolvimento institucional de organizações do terceiro setor.

O apoio técnico-financeiro vai possibilitar que o Ipedi se fortaleça e amplie seus projetos, que são realizados especialmente na região do Pantanal de Mato Grosso do Sul, com sede na cidade de Miranda, a 210 km da capital de MS, Campo Grande.

A parceria com a Fundação Itaú Social por meio do programa Missão em Foco foi viabilizada após um criterioso processo de seleção que reuniu organizações sociais de todo o Brasil. O Ipedi foi aprovado em todas as fases da seletiva e, agora, integra o Grupo 3 do Missão em Foco – a mesma iniciativa já foi desenvolvida com dois outros grupos de organizações em anos anteriores.

As consultorias técnicas oferecidas pelo programa já começaram e focarão em áreas administrativas internas que foram identificadas pelos integrantes do Ipedi como desafios para o crescimento do instituto.

Uma das novidades que serão possibilitadas pelo programa Missão em Foco será a abertura de uma sede própria do Ipedi – que funciona, hoje, nas residências dos integrantes do instituto.

O IPEDI

O Ipedi foi fundado em 2012, e de lá para cá vem desenvolvendo projetos educacionais em contextos socialmente complexos, atuando especialmente junto a comunidades tradicionais do Pantanal, como povos indígenas, pescadores artesanais e comunidade rural.

Ao longo dos anos a organização teve o trabalho reconhecido como prêmios importantes na área de educação e de desenvolvimento social. Em Miranda, onde está sediado, além de desenvolver projetos educacionais com comunidades indígenas e ribeirinhas, o Ipedi apoia ainda outras iniciativas da sociedade civil organizada com vistas à promoção da inclusão e do bem-estar social.

MISSÃO EM FOCO

O programa Missão em Foco foi criado pela Fundação Itaú Social em 2017 e visa ao desenvolvimento institucional de Organizações da Sociedade Civil (OSCs)

“Selecionamos para o programa OSCs de todo o Brasil que participaram de nossas outras iniciativas – como Comunidade, presente!, IR Cidadão e Programa Itaú Uicef – e demonstraram abertura para processos de desenvolvimento institucional e grande comprometimento com o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes e dos territórios em que estão inseridos”, diz comunicado oficial do Itaú Social.

Notícias Relacionadas

Em Miranda, assentados recebem documento para regularização de lotes

Depois da realização de um mutirão para iniciar a regularização da posse de lotes dos assentamentos Tupã-Baê e Bandeirantes,...