Assomasul reúne consórcio para discutir compra de vacinas

Últimas Notícias

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios e Mato Grosso do Sul) e prefeito de Nioaque, Valdir Júnior (PSDB) reuniu-se, na terça-feira, 09,  com presidentes dos consórcios públicos para discutir a elaboração de uma Carta de Intenções para possível compra de vacinas contra a covid-19.

Segundo publicação da Assomasul nas redes sociais, esta “seria uma forma de prevenção ao não cumprimento do Plano Nacional de Imunização do governo federal”.

A Assomasul havia se posicionado contra a formação de consorcio para compra de vacinas. Em nota técnica publicada em 04 de março, a entidade afirmou que “que quem tem de conduzir o processo de compra das vacinas é o Ministério da Saúde por meio de um plano único de imunização nacional”.

O Consórcio Conectar foi articulado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), à qual a Assomasul não é filiada. A iniciativa reúne prefeitos dispostos a adquirirem vacinas fora do Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde – que tem feito uma distribuição vagarosa de imunizantes.

Segundo o site da FNP, atualmente, 34 municípios de Mato Grosso do Sul aderiram ao consórcio. São eles: Água Clara, Alcinópolis, Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Camapuã, Campo Grande, Caracol, Cassilândia, Corguinho, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Douradina, Dourados, Figueirão, Iguatemi, Jaraguari Jardim, Jateí, Maracaju, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Paranaíba, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rochedo, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sidrolândia, Tacuru, Três Lagoas, Vicentina.

Notícias Relacionadas

Investimento de R$ 674 milhões reforça sistema de energia e acompanha crescimento de MS

Somando investimentos e manutenção de estrutura operacional, a projeção é que mais de R$ 1,27 bilhão sejam injetados Mato Grosso...