Miranda muda estratégia e descentraliza atendimento de pacientes de Covid para postos dos bairros

Últimas Notícias

Desde o dia 18 de outubro iniciou-se nova fase da estratégia da Prefeitura de Miranda para o combate a pandemia. Com o fechamento da Unidade de Atendimento Respiratório (UAR) no dia 15, a partir do dia 18 os atendimentos de pacientes com sintomas leves de Covid foram transferidos para as Estratégias Saúde da Família (ESFs), os postos dos bairros.

A descentralização do atendimento à pacientes de Covid que antes eram atendidos no Hospital de Campanha e depois na UAR, segue orientações do Ministério da Saúde e só foi possível graças ao relativo controle da pandemia em Miranda, com a queda significativa no número de casos. No dia do fechamento desta reportagem por exemplo, 21/10, o boletim epidemiológico apontava para 8 casos ativos de Covid, em isolamento domiciliar e nenhuma internação.

“Os casos leves de sintomas de Covid, ou sintomas de problemas respiratórios serão atendidos nos ESFs. Em situações mais graves, os pacientes podem procurar direto o Hospital Municipal Renato Albuquerque Filho”, explica o prefeito Fábio Florença (PDT).

Para reforçar o atendimento, também desde o dia 18, a Prefeitura estendeu o horário de atendimento da Unidade Básica de Saúde (UBS) Aldo Bongiovani, o posto de saúde central, que fica na Avenida João Pedro Pedrossian, ao lado da Escola Estadual Carmelita Canale Rebuá. Desde então, a unidade está aberta também em horário noturno, a partir das 17h e até às 21h.

Notícias Relacionadas

Miranda muda estratégia e descentraliza vacina contra Covid

A partir desta segunda-feira, 22, a imunização contra a Covid-19 em Miranda poderá ser acessada em qualquer uma das...