Com Rio Miranda enchendo, famílias resistem em deixar suas casas

Últimas Notícias

Algumas das famílias atingidas pela forte cheia do Rio Miranda, em Miranda, ainda se recusam a sair de suas residências. A Defesa Civil Municipal faz plantão acompanhando caso a caso, ficando de prontidão para remover essas famílias se a situação se tornar mais crítica ainda nas próximas horas.

Conforme o coordenador da Defesa Civil Municipal, Adilson Saraiva, a vontade das famílias é respeitada. “Muitas pessoas não quiseram sair ainda”, relata. “Estamos monitorando dia e noite, para atender assim que for necessário”, completa.

Outras 16 famílias aceitaram o apoio governamental e foram removidas de suas residências. No parque de exposições da cidade foram instaladas 8 famílias. Outras 8 estão em casas de parentes.

Miranda, Pantanal de MS
No parque de exposições de Miranda estão 8 famílias. Outras 8 estão abrigadas na casa de parentes. Defesa Civil monitora a situação em regime de plantão.

Segundo a Defesa Civil local de quinta-feira, 21, até agora, o Rio Miranda subiu 7,50 metros. A situação, até o fechamento desta matéria, era considerada estável mas a expectativa é de que o nível do rio suba ainda mais nas próximas horas.

“O rio não enche assim faz uns cinco anos nas minhas contas. Ele sempre enchia um pouquinho mas nunca vinha nas casas. Agora a água está nas casas aqui e tá enchendo ainda”, conta a pescadora ribeirinha Nilza Bandeira, que vive com sua família no Bairro Beira Rio, às margens do Rio Miranda. Além do Beira Rio, outros bairros afetados são o Morada do Pantanal e o Maria do Rosário.

Rio Miranda
O Rio subiu 7,50 metros do seu nível normal desde a última quinta-feira. A tendência é de que este nível suba ainda mais nas próximas horas.

Notícias Relacionadas

Adolescente ferido em acidente com caminhão está em estado grave na Santa Casa

O ciclista de 17 anos gravemente ferido em acidente com caminhão de mudança em Bonito permanece internado na Santa...