Encontrada em conveniência após toque de recolher, mulher xinga PM e acaba presa

Últimas Notícias

Uma mulher de 23 anos foi parar na delegacia depois de xingar policiais militares que fiscalizavam o cumprimento do toque de recolher em Porto Murtinho, na noite deste sábado (30). Ela estava em uma conveniência com o marido e o filho de um ano, quando foi orientada a ir para casa, mas desobedeceu a ordem e ofendeu a equipe.

O flagrante aconteceu durante fiscalização da Polícia Militar e das equipes de vigilância sanitária e de segurança da Prefeitura Municipal nas ruas da cidade para evitar a disseminação do coronavírus. A intenção era garantir o cumprimento do toque de recolher, que até o dia 9 de fevereiro vale para todo Mato Grosso do Sul.

Nas rondas, as equipes encontraram o casal em frente a uma conveniência e orientaram que fosse para casa, já que havia passado das 22 horas. A mulher, no entanto, desacatou a ordem e xingou os policiais. “Seus policiais de bosta”, teria dito. Segundo boletim de ocorrência, ela estava visivelmente bêbado e carregava o bebê no colo durante a confusão.

A jovem acabou presa por desacato e desobediência e foi levada para a delegacia da cidade. Na unidade policial, ainda alterada, ela mandou um dos investigadores calar a boca e também foi indiciada por isso.

Além de desobediência e desacato, o caso foi registrado como infração de medida sanitária.

Notícias Relacionadas

Governo do Estado acelera pavimentação de 113 km de rodovias-tronco da Rota Bioceânica

Três frentes de obras de pavimentação asfáltica em execução pelo Governo do Estado estão mudando o sistema viário nas...