Bonito não vai aderir a consórcio Conecta para compra de vacinas

Últimas Notícias

O prefeito de Bonito, Josmail Rodrigues (PSB), informou ao Bonito Mais que o município não deve entrar no consórcio Conecta, iniciativa que reúne prefeitos de várias cidades do Brasil num esforço para aquisição direta dos fabricantes da vacina contra o coronavírus, fora do Plano Nacional de Imunização. “Não fiz [acesso ao consórcio Conecta] porque não vou pagar outro consórcio e também não pode comprar [vacina] ainda”, disse o prefeito.

Segundo a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), entidade municipalista que está organizando o consórcio Conecta, de fato, a manutenção do consórcio pode ter custos aos municípios. Os valores ainda não foram definidos. “Poderá ter uma despesa eventual rateada entre os municípios consorciados relativas às despesas de custeio e manutenção do próprio consórcio, despesas administrativas e com eventuais custos de manutenção. Como há expectativa de um grande número de participantes, a tendência é que o valor repassado seja mínimo. No entanto, tanto a definição da estrutura administrativa quanto à forma de rateio será deliberada na Assembleia Geral do Consórcio” a publicação oficial da FNP sobre o consórcio.

A Assembleia Geral do Consórcio acontece na segunda-feira, 22 de março. No entanto não há previsão de quando e a quantidade de vacinas que o consórcio conseguirá comprar. Atualmente os fornecedores de vacina estão tendo dificuldade para atender pedidos de governos de todo o mundo.

Na região, apenas Miranda e Jardim ingressaram no Conecta. Segundo dados atualizados ontem, 18 de março, 37 municípios de Mato Grosso do Sul manifestaram interesse em participar do consórcio.

Notícias Relacionadas

Equipe de Futsal de Bonito é campeã dos Jogos Escolares da Juventude em Coxim

O time de futsal bonitense, na categoria 12 a 14 anos, deu show nos Jogos Escolares da Juventude em...