Famosa no Brasil, sucuri de 6,5 metros aparece morta em Bonito e perícia vai apurar se houve crime ambiental

Últimas Notícias

A semana começou diferente na Capital do Ecoturismo de Mato Grosso do Sul, com repercussão nacional da morte da Sucuri ‘Anajúlia’, uma cobra de quase 7 metros, famosa no Brasil e no mundo pelo diversos registros de ambientalistas e cinegrafistas de natureza ao longo dos últimos dez anos.

A sucuri foi encontrada, segundo relato do cinegrafista e fotógrafo de vida selvagem, Cristian Dimitrius, por guias de turismo da cidade, que realizavam um passeio de bote no Rio Formoso no último domingo (24). Ela já estava morta e o corpo boiando no rio. A princípio a informação divulgada é que o animal aparenta ter sido abatido com um tiro.

Conforme o fotógrafo, a cobra era identificada pelas marcas que ela tinha, tanto embaixo da boca, embaixo do olho, que são quase como ‘impressões digitais’ da sucuri. “Uma delas, batizamos de Anajulia há cerca de 10 anos, quando estava gravando para a BBC. De lá pra cá, encontrava essa fêmea de cerca de 6.5 metros todos os anos, chegamos até a entender um pouco o seu padrão de comportamento. Filmei ela acasalando duas vezes, ela ficou bem famosa em uma postagem recente sobre uma nova espécie de sucuri descoberta na Amazônia, mas filmada em Bonito e ano passado fiz belas imagens dessa linda sucuri para 2 documentários que ainda vão sair”, detalhou Dimitrius em suas redes sociais.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar Ambiental do Município, que informou ter ido até o local onde a cobra foi retirada do rio e visualizado o corpo, porém não sendo possível verificar a causa da morte, visto que o animal já estava bastante ‘inchado’ e havia presença de animais decompositores, como urubus e moscas.

Ainda segundo a PMA, o caso foi repassado a Polícia Civil, que acionou uma equipe de perícia para investigar se houve crime ambiental. “Nesta terça-feira (26) uma equipe especializada virá de Campo Grande para tentar identificar as causas da morte do animal”, acrescentou o delegado de Bonito, Pedro Guimarães.

 

Notícias Relacionadas

Bonito está sob alerta de chuvas intensas até às 18 horas de terça-feira

A Capital do Ecoturismo de Mato Grosso do Sul está sob alerta de chuvas intensas, entre 30 e 60...