Jardim decreta estado de emergência por causa da covid-19

Últimas Notícias

A Prefeita de Jardim, Clediane Matzenbacher decretou nesta quinta, 11, Situação de Emergência por causa da pandemia de Covid-19 no município. Na prática, o decreto possibilita que o município lance mão de medidas de prevenção contra a proliferação do coronavírus, previstas na lei federal  Lei Federal nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. A lei trata de temas como isolamento social, quarentena, entre outros.

No mesmo dia da decretação do estado de emergência,  a prefeita decretou alterações no toque de recolher, que passa a valer com as seguintes regras:

Lojas de conveniência, distribuidora de bebidas e bares – atendimento delivery até as 00h (meia noite), para retirada e presencial até às 23 h (vinte e três horas), nos seguintes termos:

Padarias e docerias – atendimento delivery até 00h (meia noite), para retirada e presencial até as 23 h (vinte e três horas), nos seguintes termos.

Restaurantes, pizzarias, lanchonetes, ambulantes (lancheiros), espetinhos e marmitarias  – atendimento delivery até às 00h (meia noite), para retirada e presencial até às 23 horas, nos seguintes termos.

As alterações ocorrem, segundo a Prefeitura de Jardim, porque no cenário epidemiológico apresentado pelo Prosseguir  [Programa de Saúde e Segurança na Economia, do Governo de MS], em  10 de fevereiro, Jardim foi enquadrado na faixa de bandeira laranja.

O boletim epidemiológico da Prefeitura de Jardim, divulgado na quinta, 11, apresenta os seguintes dados:

687 casos confirmados

641pessoas estão recuperadas da Covid-19

14 pessoas estão em isolamento domiciliar

01 pessoa internada na UTI do Hospital Marechal Rondon

01 pessoa está  internada na enfermaria ( Hospital da Unimed em CG)

12 pessoas aguardam o resultado do LACEN

30 óbitos confirmados por Covid-19

998 casos foram descartados

*06 casos confirmados foram de pessoas que estavam em trânsito no município.

Notícias Relacionadas

Dono de sítio sofre com ataque de abelhas e denúncia vizinho a polícia

O dono de um sítio do Assentamento Recanto do Rio Miranda procurou a polícia após sofrer ataques de abelhas...