Incêndio no banhado do Formoso é de difícil acesso e já dura quase 48 horas

Últimas Notícias

O Corpo de Bombeiros de Bonito, com apoio do Centro de Proteção Ambiental (CPA) do CBMS realizou coletiva de imprensa nesta quarta-feira (20) para informar sobre as ações de combate ao incêndio no banhado do Rio Formoso, que teve início na tarde da última segunda-feira (18).

O comandante do Corpo de Bombeiros de Bonito, Capitão Baumgardt, detalhou que o local das chamas é de difícil acesso, por se tratar de área de banhado e que os trabalhos estão concentrados em não deixar que o fogo saia do local. “Nós estamos trabalhando com barreiras de proteção, linhas frias, com bombas de água, para evitar que o fogo chegue as propriedades e tentando conter as chamas que se aproximam da estrada, mas entrar na área de banhado é muito difícil, em alguns locais a gente não chega a andar dois metros após a estrada e já afunda”, detalha.

A Coronel Tatiane Ione, comandante da CPA, também reforçou que a característica da mata facilita a propagação das chamas, não sendo possível determinar uma direção exata. “Como o capim navalha pega fogo muito fácil e na maioria da área, ele está bastante alto, por ser uma área de conservação, o incêndio não é linear, e o fogo vai mudando conforme o vento. Hoje ele está no sentido contrário ao rio, por isso orientamos os proprietários das fazendas nessa região, que fiquem atentos a qualquer sinal de fogo e contatem imediatamente o Corpo de Bombeiros ou a PMA. Nosso foco, como o comandante disse, é não deixar o fogo passar para as propriedades e tentar controla-lo no banhado”, disse.

  • Bombeiros – (67) 99612-5406 ou (67) 99601-1124
  • PMA – 3255-1247

A coronel também reforçou que duas equipes de Aquidauana, que estavam ajudando no combate ao fogo em Corumbá, foram redirecionadas e estão a caminho, para auxiliar as três equipes de Bonito que já estão em operação. “É importante que a comunidade entenda que nós estamos fazendo o possível para controlar as chamas. Desde segunda-feira temos três equipes trabalhando de forma ininterrupta no local e mais duas estão chegando, além de oficiais que já vieram de Corumbá, Aquidauana e Campo Grande. Nós também estamos com a equipe do combate área de sobreaviso, porém para que eles façam esse trabalho, é preciso apoio em solo, com equipes trabalhando diretamente no local do incêndio, o que não é possível ainda, devido as características físicas do local (brejo), como já mencionamos”, complementou.

A área atingida ainda não foi calculada pelos Bombeiros, mas deve ser divulgado relatório ainda nesta quarta-feira (20) com uma estimativa. Sobre a origem do incêndio, a hipótese mais provável ainda é a queda de um raio, porém segundo o comandante Baumgardt, não é não é prioridade do momento, mas assim que as chamas foram extintas, será realizado um estudo detalhado para apurar as causas.

 

 

 

 

Notícias Relacionadas

Bonito está com inscrições abertas para Corrida do Trabalhador

No dia 1º de maio a Prefeitura de Bonito realiza a Corrida do Trabalhador 2024 em duas modalidades, 5k...