Temor da nova variante do coronavírus leva à suspensão de aulas presenciais na rede estadual

Últimas Notícias

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) acaba de confirmar, em live extraordinária sobre coronavírus, a suspensão do ensino híbrido e a retomada de aulas apenas remotas em toda a rede estadual de ensino. A decisão foi tomada com base na orientação do Centro de Operações de Emergências (COE), que analisa os números da covid-19 e riscos de infecção nos municípios. As aulas estão suspensas já a partir desta quarta, 10.

No dia 1º de março as aulas da rede estadual recomeçaram para 210 mil alunos de 345 escolas. O Governo de MS esperava desenvolver um regime híbrido de ensino, mesclando aulas virtuais e presenciais, com medidas de segurança sanitária. No entanto, este projeto foi abandonado hoje pelo governador que destacou o perigo pela contaminação da nova variante do coronavírus, a P.1. “Temos aí um volume enorme dessa nova variante do P.1 contaminante, principalmente na população mais jovem, por isso esse cuidado neste momento”, afirmou Reinaldo.

“É um momento muito especial agora, de muito cuidado, o ano letivo não vai parar, o calendário vai contar como ano letivo, a escola estará aberta para o atendimento de aluno que não tem conectividade, a sala de informática  estará aberta para quem não tem computador. O professor estará atendendo aos alunos com dificuldade de aprendizagem e com dificuldade de conteúdos do ano passado”, explicou a secretária de Estado de Educação, Maria Cecília Amêndola Motta.

Notícias Relacionadas

Estudo apoiado pela Fundect gera a 1ª patente do óleo essencial de guavira para uso em cosméticos

De aroma único, a fruta símbolo de Mato Grosso do Sul poderá ganhar nova vida em perfumes, cremes e...