Campo-grandense é multado em R$ 30 mil por desmatar vegetação nativa no Águas do Miranda

Últimas Notícias

O proprietário de uma fazenda na região do Km 21 foi multado em R$ 30  mil por desmatar 5,45 hectares de vegetação nativa dentro da área protegida. O crime foi descoberto por técnica de sobreposição de imagem de satélites e na segunda-feira (5), Policiais Militares Ambientais do Distrito de Águas do Miranda foram até o local.

Durante a vistoria, foi utilizado aparelho de GPS para localização e aferição. O desmatamento ocorreu no ano passado, conforme comparação das imagens e a área já estava em regeneração no dia da vistoria. A madeira proveniente da vegetação desmatada ilegalmente já havia sido explorada e não se encontrava mais no local.

Toco de árvore desmatada.

O proprietário, de 42 anos, mora em Campo Grande  e foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 30.000,00, multa agravada pela área ser protegida por lei. Ele também responderá por crime ambiental com pena de um a três anos de detenção e deverá apresentar Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Notícias Relacionadas

Desbarrancamento em área de banhado pode ter causado turvamento do Rio Formoso

Relatório Técnico Preliminar produzido pela Fundação Neotrópica do Brasil sobre o fenômeno de turvamento no Rio Formoso entre meses...