Após assalto, rapaz é esfaqueado e largado por bandidos em rodovia de Bonito

Últimas Notícias

Um homem de 27 anos foi esfaqueado e abandonado às margens da rodovia MS-178 após ser assaltado na madrugada desta sexta-feira (15), em Bonito. Para a polícia, ele contou que minutos antes do crime, bebia com os autores. Por conta da gravidade do ferimento, o rapaz precisou ser transferido para hospital de Campo Grande.

Conforme o boletim de ocorrência, a primeira informação repassada a polícia era de que alguém tentava invadir uma chácara às margens da rodovia. A Polícia Militar foi ao local, mas antes de chegar ao endereço se deparou com um Volkswagen Gol parado fora da pista com as portas todas abertas e o interior revirado.

A pouco mais de 30 metros do veículo, os policiais encontraram o rapaz caído no meio da pista. Ele estava com um corte profundo no abdômen e pedia socorro quando foi resgatado pelos militares. Nervoso, não conseguiu explicar o que havia acontecido e falava frases sem sentido.

Uma ambulância foi chamada e a vítima levada para o hospital. Depois de receber atendimento, o paciente conseguiu conversar com os policiais e contou que estava bebendo com um grupo de pessoas e durante a madrugada saiu de carro com três delas. Eles foram até a rodovia e lá o atacaram.

Segundo o rapaz, os três suspeitos tentaram enforcá-lo, mas ele conseguiu escapar e sair do carro. Ainda assim foi perseguido e esfaqueado. Depois do crime, os autores fugiram com sua carteira, a chave do carro e outros pertences de menor valor. A vítima ainda relevou que um dos envolvidos é conhecido como Chibiu.

Depois de receber os primeiros atendimentos médicos em Bonito, a vítima precisou ser transferida em vaga zero para Campo Grande. O caso agora é investigado como roubo qualificado, se da violência resulta morte, na forma tentada.

Notícias Relacionadas

Sorveteria é furtada duas vezes em 24 horas e suspeito é identificado por câmeras de segurança

Uma sorveteria localizada na Pilad Rebuá, região central de Bonito, foi furtada duas vezes em menos de 24 horas,...